• Prof. Carlos Pimenta

O que eu estou aprendendo com o Cornona vírus.

Atualizado: Abr 10


Espaço Funcional Corona vírus

Desde o início da história da humanidade passamos por muitos coisas ruins: guerras, doenças e pestilências, obscurecimento mental, retrocessos, entre outras. É claro que intercalado ou depois desses períodos houve avanços intelectuais, técnicos (relativos a cada etapa), no lidar com o próximo e o entorno, etc. e isto por vezes nos impulsionou a sermos relativamente melhores do que éramos.

Acredito que não erre muito ao pensar que o Mundo moderno tem vivido talvez uma das suas piores catástrofes, pois está atingindo a todos (em diferentes maneiras) de forma global. Sem querer entrar no mérito da questão, se muitas ações são ou não justificáveis, parto do ponto que vidas são inegociáveis (e isso é consenso geral).

Desde antes deste período de reclusão, como profissional experiente em minha área anterior de atuação, tive a paciência de mapear o que estava acontecendo ao meu redor e de certa forma tentar aprender lições práticas que possam auxiliar meus alunos de Arte Marcial Russa (Systema), bem como ao meu próprio Negócio e a audiência que tem a curiosidade de ler o que eu escrevo. Tenho certeza que até o fim deste período vou acrescentar mais coisas.


Como sempre digo aos meus alunos, teoria é bom mas a teoria aplicada corretamente é excelente. Minha provocação à você tem a intenção de instigar sua reflexão e quem sabe, influenciar positivamente em algum nível, chamando à luz alguma ideia aplicável a seu contexto. Eu aprendi muitas coisas... e você?

Separei minha leitura de todo esse cenário em 3 blocos:


Aspectos relativos as Pessoas e suas relações:


1) Crises existenciais e familiares acontecendo, mas não é problema da crise, e sim um estopim. Uma ótima oportunidade para aproveitar esse momento de convivência “obrigatória” para rever, mudar, conversar sobre as dificuldades, negociar sobre espaços, experimentar coisas juntas em família.

2) Você é o exemplo das outras pessoas, comece pela sua casa.

3) As pessoas querem entender perspectivas, expectativas e prazos. Se não fizer sentido não vão aderir. OS conceitos de BPM (Gestão de Processos de Negócios se encaixam bem aqui).

4) Afirmações que ouvi sobre: “Vou aproveitar para fazer regime” nesta época é pedir para ficar sem as vitaminas (proteínas, minerais, etc.) necessárias e pode baixar a imunidade.

5) Pessoas estão comendo demais para suprir suas necessidades emocionais.

6) As pessoas não estão aptas a “ficar consigo mesmas”. Aproveite esse tempo para práticas mais internas de autoconhecimento !!

7) As pessoas não estão mais aguentando ficar em casa.

8) Muitas pessoas “não sabem” o que fazer sozinhas (não têm atividades ou interesses de lazer/distração).

9) Os adolescentes (principalmente, mas não exclusivo) estão se isolando mais e aumentando o potencial para depressão.

10) As pessoas em geral negligenciam a atividade física mas ela, junto com outras coisas, garante que seu corpo esteja saudável.

11) A preparação emocional é tão importante quanto a preparação física. Neste aspecto a Arte Marcial Russa (Systema) pode ajudar de forma assertiva pois trabalha fortemente o equilíbrio de dentro para fora. Existem outros bons caminhos também.

12) Pessoas ansiosas falam demais e estão bem pouco dispostas ao contraditório, ou considerar o impacto que suas palavras podem ocasionar (idem para o repasse de informações).

13) Muitas pessoas “não ouvem” o que os outros estão dizendo e estão havidas por colocar sua opinião (nem sempre com os devidos fundamentos).

14) Considerem que excesso de informações “desencontradas, desconexas” (descoladas da realidade) podem causar sofrimento nos outros. Além disso, pessoas com baixa capacidade de “filtrar” podem ser levadas a um processo de histeria coletiva (Obs.: todo mundo em algum momento pode passar por isso).

15) Tédio e ócio é para os “ricos”.

16) Alguns estão encarando a quarentena como férias e outros tantos se preocupam “minimamente”.

17) Sim, nós vamos sair desta... mas pode haver algum custo alto para as famílias.

18) Pessoas de forma geral são mais cooperativas em situações que as “façam rir” (em liderança: criar situações positivas, envolventes e proativas).

19) Não estamos preparados para situações de reclusão: fragilidade das pessoas, seus relacionamentos e de seus corpos.

20) No fim é a qualidade da imunidade é o que var garantir (mesmo) sua vida. Adote sim os padrões de higiene mas principalmente cuide daquilo! Não vejo muito os médicos e “reportagens” focando no que realmente fará a diferença! (Alimentação correta, saúde do corpo com atividade física, e saúde da mente).

21) Alguns idosos estão sem os cuidados necessários dos filhos (que já não os visitavam muito) provavelmente com a desculpa de não os “contaminar”. Esta tarefa fica a cargo da bondade dos vizinhos e da comunidade local (quando organizados). Use a tecnologia a favor de sua família (envio de áudio, videoconferência, conversas telefônicas, etc.). Ensine os idosos a ter acesso e usar a tecnologia!

22) Pessoas boas continuarão boas e as pessoas ruins continuarão ruins. O vírus não mudará o caráter de muitas pessoas.

23) Não descuide do seu lado espiritual, seja ele qual for.


Aspectos Sociais:


1) Pessoas menos favorecidas sempre terão mais dificuldade em se proteger (em função da configuração das moradias, saneamento básico – como prioridade e não como necessidade !!, poder econômico e configurações familiares) e em ter acesso e adquirir a equipamentos de proteção (máscaras, luvas, álcool gel, filtros de ar, etc.).

2) Pessoas menos favorecidas e/ou mais vulneráveis tem diferentes graus de exposição e precisam ter atenção especial.

3) Para você ficar no conforto de sua casa a sociedade invisível obrigatoriamente terá que se expor.

4) O Brasileiro de forma geral é indisciplinado. Compare com os Japoneses!

5) Nunca passamos por calamidades e não estamos acostumados a seguir as instruções e diretrizes dos Planos de Ação.

6) O Medo pode ser um excelente doutrinador.

7) Alto grau de julgamento do próximo no início da crise.

a. Não diga que você “não faria tal coisa”, pode ser que você não teve os meios, a oportunidade ou a motivação suficiente para “fazer” ou “deixar de fazer” algo (ou de ter um comportamento, etc.)

b. Julgamos os outros pela nossa régua rápida demais (aumentados as vezes pela desinformação, ansiedade e rapport com atitudes coletivas)

8) Pessoas tem diferentes níveis de temor (medos) e isso pode ser usado em alguma escala contra você (pelos governos, imprensa, aproveitadores, etc.).

a. Cuidado com o Comportamento de manada.

b. Pessoas devem aprender a questionar de forma racional (intelectual) e com base em evidências.

9) Pessoas reagem de maneiras diferentes mas o coletivo pode, em graus diferentes, ser direcionado.

10) Toda crise gera oportunidades e muita gente quer aparecer.

11) Toda crise gera oportunidades para alguém querer e vender algo (para você aprender, te consolar, te motivar, te distrair, etc.). Não há nada de errado com isso só não se deixe enredar. Questionar (estratégias, intenções, pessoas) faz parte do processo

12) Ninguém quer tomar “remédio ruim” sem saber se vai ou não resolver. Mas em alguns casos só tem isso a ser feito.

13) Brasileiro é muito empático nas desgraças que podem o afligir.

14) A fome no mundo mata muito mais do que o Corona. Porque não se resolveu este problema ainda?

15) Sobre as notícias na TV – a propagação do caos gera audiência e dinheiros dos anunciantes. É assim que funciona. As notícias da TV, Internet e Redes Sociais são tão desastrosas que as pessoas chegam ao ponto de ir ao supermercado com medo de desabastecimento. Será que elas estão tão erradas por agir assim?

16) Sobre noticiários, jornais, “reportagens”, “opiniões e vídeos” em redes sociais: cuidado com o envenenamento mental! Filtre e monitore-se! Pessoas dão mais atenção para o “lado mais ruim” de fatos, acontecimento e situações.

17) As pessoas têm mais facilidade em acreditar nas coisas (notícias, crenças, opiniões, suposições, etc.) que já estavam predispostas a acreditar, ou até mesmo, nas coisas no formato que gostariam “que fossem ou se materializassem” como verdade, mesmo que não sejam.

18) Se perdurar muito o dinheiro vai “acabar” e novos conflitos surgirão. Na hora da incerteza as pessoas vão segurar o dinheiro.


Aspectos Governamentais, Educacionais, Empresariais, Relações internacionais:


1) Pessoas tendem a não acreditar em Governos. Historicamente eles mentem, omitem, são pouco transparentes, contradizem-se, etc.

a. Talvez seja por isso que a falta de confiança seja o maior problema.

b. Talvez seja por causa disso que desconfortos políticos aconteçam na população.

c. Infelizmente alguns políticos se aproveitam para galgar novas posições.

2) Vidas não são descartáveis (do seu país ou de outros) pelo menos para Governos Democráticos.

3) As demissões vão ser mais prejudiciais (de uma forma global) do que a própria crise (no momento que passo a limpo minhas anotações elas já começaram a acontecer).

4) Louvável campanha nas redes sociais de “apoio aos pequenos empresários” mas o que observo com amigos (também pequenos empresários na área de serviços) são os cancelamentos de contratos, principalmente os que prestam serviços chamados de “não essenciais” e/ou das atividades de seus Clientes (também pequenos) e/ou diminuição do tamanho de suas empresas e/ou encerramento das suas próprias atividades.

5) Ainda não resolvemos nossos problemas básicos sobre Sanitarismo Público.

6) Por décadas a área da saúde foi negligenciada. No final vai realmente sobrar para o SUS.

7) Só sabemos “na prática” a importância de Pesquisa e Tecnologia quando realmente “precisamos pra ontem”.

8) A pseudo falta de recursos para bons projetos de pesquisa dá nisso. Sim, existem projetos ruins e que precisam ser “gongados”, mas isso não deve atrapalhar os que são realmente bons.

9) Não temos planejamento anterior e visão de longo prazo bem formatados para grandes emergências. Não temos o problema até os termos não significa que não exista ou não existirá o problema. De forma geral só há preocupação e resposta quando o problema aparece. Gestão Estratégica de Riscos é aplicável aqui. O Corona vírus entre outras foram previstas para esta época a muitos anos atrás e nada ou muito pouco foi feito.

10) A política de forma geral é muito suja e se houver oportunidade muitos deles vão, sem nenhuma cerimônia, “atirar a primeira pedra”. Para garantir seu mandato, poder e privilégios vão fazer de tudo, até sabotar o governo uns dos outros. Política é navegar e pescar na maré, um dia estão aqui, outro dia acolá, conforme o lugar que estão os peixes ou onde os quer colocar.

11) Bem poucos políticos realmente se importam com você.

12) Estatísticas não mentem, mas ninguém quer ser parte dela quando o resultado não é a seu favor.

13) Não temos uma economia tão forte que nos permita fazer coisas exacerbadas, mais quem está disposto a escutar isso?

14) Segmentos inteiros sofrerão fortemente, principalmente os pequenos empresários que representam a maioria dos empregos. Todas as instâncias governamentais estão observando. Políticas diferenciadas e mecanismos devem ser criados para proteger os pequenos empreendedores e seus negócios.

15) Não é porque você está em home office que está tudo bem, você não é a esmagadora maioria. Não critique. Pessoas trabalham em segmentos e profissões diferentes e não estão errados se precisam se deslocar até a sua atividade. Todos têm contas para pagar e precisam de uma forma ou outra se sustentar.

16) O Empresário não quer demitir, quer crescer, prosperar, ampliar... mas entre manter o negócio dele saudável e seu emprego... você já sabe a resposta!

17) Dependemos muito dos países desenvolvidos e não investimos o suficiente em pesquisa, tecnologia e na nossa indústria. Isso tem que ser revertido pra ontem.

18) Flexibilizar leis trabalhistas não significa que você “vai perder todos os meus direitos”, porque até outro dia a “humanidade” não tinha carteira assinada. Você acha que a China, USA e Europa (e cia Ltda.) tem? Obs.: absolutamente não estou dizendo que as leis trabalhistas não tenham importância, é somente um fato e comparação.

19) O que possivelmente vai te manter empregado é o seu diferencial no que você faz e não realmente o que você faz. Provavelmente será sua proatividade, capacidade de inovação, criatividade para novas respostas e adaptação rápida as mudanças.

20) Para algumas coisas estamos pouco melhores do que antes mas muito longe das nações ricas. Isso é um fato e o primeiro passo para resolver isso é aceitar, planejar e agir.

21) O que é real e o que é “fabricado”? Sim, sabe-se agora que é possível manipular países inteiros usando-se o “marketing certo”.

22) Ninguém na real (mesmo) sabe porque isso tudo está acontecendo. Não há uma certeza absoluta. Só se sabe que existe uma guerra comercial acontecendo, com acusações mútuas.

23) Ainda no contexto de guerra comercial.... A África ela pode ser a bola da vez... tem muitas terras (cultiváveis), precisa de empréstimos para alavancar a economia (dinheiro mesmo!), pouca infraestrutura e pessoas sofridas, governos carentes e leis possivelmente mais “brandas” (quanto a investimentos externos), tem petróleo, produz e exporta alimentos, faltam profissionais realmente capacitados, pode-se comprar empresas e investir em infraestrutura sem muito questionamento e é mais perto da China. Dá para mandar trabalhadores chineses pra lá. USA e Europa perdendo espaço lá. Tem algum outro país que eu conheço que é parecido... em resumo a China vai continuar comprando tudo quanto ela conseguir fora do país dela... precisa manter as bocas bem alimentadas e o povo relativamente tranquilo para conseguir perpetuar o regime vigente e o protagonismo no mercado global. Observações:

a. Se a relação for de ganha-ganha e parceria mútua, cooperação de boa-fé comercial, absolutamente não há problema.

b. Enquanto você lê este artigo a China está comprando alguma empresa no Brasil e no mundo.



24) Engana-se se você acha que no final a China vai sair dando risada de tudo isso. Sim ela tem os meios, a tecnologia, o dinheiro e os trabalhadores treinados, mas vai sobrar para todo mundo... mas por ter os itens mencionados acima e um povo mais disciplinado e obediente talvez “chore menos”.

25) Empresas brasileiras já estão sendo compradas pelos Chineses.

26) Ninguém falou de Corona vírus no Carnaval... claro que não, um bom Carnaval dá dinheiro e votos.

27) O vírus não tem “esquerda ou direita”. Nessa hora todos somos perdedores e o que deve prevalecer é o bom senso.

28) Se você perder seu emprego não vai ser por causa da “direita ou da esquerda” vai ser por decisão estratégica para proteger e tentar manter o negócio lucrativo em meio ao caos.

29) Poucos estão dispostos a se retratar publicamente depois da palavra proferida. O custo político é muito.

30) Nenhum político quer um problemão no seu “quintal”, no do outro ok. Na dúvida repassa a bomba para não ter custo político sozinho. 31) O "verdadeiro controle social" ainda não começou, mas pode estar perto e ser implantado aos poucos e por motivos aparentemente "justificáveis". Observações/especulações: a) Se e quando isso acontecer é sinal indicativo de que alguém esta se e nos

desviando do caminho do livre arbítrio (auto-regulação e autonomia própria) e

pode abrir precedentes.

b) O direito de ir e vir é cláusula pétrea na Constituição Federal Brasileira. Qual

seria um próximo passo, mudar a Constituição?

32) A forma e relações do/no trabalho (ensino, etc.) já tem mudado e vai continuar mudando. Áreas terão que se reinventar para sobreviver.

33) Uma hipotética guerra no futuro (por exemplo, por espaço) muito provavelmente será travada com tecnologia e vírus... uma bomba atômica destrói tudo e inviabiliza a ocupação (e dependendo de onde joga pode te prejudicar também), mas um vírus desestabiliza, pode ser rápido, é invisível e é “mais limpo”, se você desenvolve uma vacina eficaz ou tem imunidade.

34) Guerra biológica (de diversos tipos) já foi utilizada no passado. Vide relatos na Bíblia, na conquista da América Latina (por ex.: Varíola).


Embora não sejamos uma espécie muito resistente (não temos um super sistema imunológico como o do crocodilo) somos altamente criativos e adaptativos e vamos superar, porque essa é a nossa natureza.

Fico com a sensação de que em tudo isso ainda “não estamos fazendo as perguntas certas” e que algo está ainda nebuloso, que o quadro ainda está incompleto e tem muito mais por detrás disso... Entendo que de fato estamos lidando com um tremendo dilema ético entre o utilitarismo e o universalismo (principalmente nossos Governantes - independentes de que esfera, cargo ou tendência se encontrem), e neste contexto as decisões, independentes de quais sejam, não são nada fáceis.

Mas enquanto tudo isso não se resolva meu desejo de forma positiva é que, novamente como espécie trabalhemos e deixemos nosso egoísmo, ego e o desejo de superação e subjugação do próximo e demos mais um passo no caminho de uma evolução sustentada, não só do ponto de vista tecnológico, mas principalmente como irmãos que no fundo todos somos, afinal mais do que nunca estamos todos no mesmo barco.

“A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras. ”

(Aristóteles)


"Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (Jesus Cristo, João 16:33)

Prof. Carlos Pimenta (Arte Marcial Russa, Acupunturista e Massoterapeuta)


## Acha que esta postagem pode ajudar alguém? Compartilhe. ##

*** Agende aula experimental como nosso convidado(a) ! *** Visite: www.espacofuncional.com.br ou ligue: (11) 3021-6769 http://www.espacofuncional.com.br/blog FanPage: www.facebook.com/espacofuncional.monicapimenta/ Instagram: espacofuncional

E-mail: carlos.espacofuncional@gmail.com

44 visualizações

Horário

    

SEGUNDA A SEXTA

6:00h - 22:00h

​SÁBADO

​9:00 h - 12:00h

Treinamento Funcional e Kettlebell em São Paulo

Endereço

R. Realengo, 209 - Alto de Pinheiros
São Paulo - SP - CEP 05451-030

carlos.espacofuncional@gmail.com

mp.espacofuncional@gmail.com

Tel/Fax: (11) 3021-6769 / 3871-9533

Instagram: espacofuncional

Mapa

                                                                                           Mapa do Site

 

Home                                         Modalidades                                                                              Loja Virtual                  

Instalações                                   Treinamento Funcional & Kettlebell                                       Kettlebell NRRU

Na Mídia                                       Trein. Funcional para Diabéticos                                            Clubbell   NRRU

Contato                                       Treinamento Funcional para Obesos                                     Rolinho de Liberação NRRU

Kettlebell NR.RU                       Systema (Arte Marcial Russa)                                                  Artes Marciais

Grade/Horários                         Terceira Idade              Gestante e pós parto                                                                              

Loja Virtual                                 Dança Arte do Movimento       Dança Tribal                      Serviços                                              

Professores                                  Yoga                                              Musculação                         Drenagem Linfática + LET

Missão/Visão                               Noiva Fit                                                                                      Parcerias & Descontos     

News                                                                                                                                                  Palestras Corporativas (SIPAT)         

FAQ-Suas Perguntas Respondidas              Aplicativo Espaço Funcional                          

Projetos Sociais e Comunidade                

Dicas

 

Você é nosso visitante:

2013© Espaço Funcional. All rights reserved.

             CEP Informática - 9.9673-4064

(*) Ao clicar no botão de enviar mensagem, você entende e consente de livre e espontânea vontade que entrou em contato conosco e se inscreveu em nossa lista de contatos (e-mail) para receber a resposta a sua consulta e eventualmente receber de forma personalizada nossos comunicados, avisos, campanhas, cursos, artigos, etc.. Não capturamos dados pessoais, nem compartilhamos estes nem nenhum dado seu.  Você pode sair desta lista a qualquer momento,  bastando apenas retornar sua solicitação.  Consulte aqui a nossa Política de Privacidade.