• Prof. Carlos Pimenta

Procrastinação e Desculpas

Atualizado: Jan 17


Muito se fala na Internet sobre Procrastinação mas gostaria de abordar este tema por outro aspecto e em duas partes, incluindo o componente das “desculpas”. Não tenho a intenção de fechar questão sobre o tema, mas tecer algumas considerações e comparações sob a ótica do Systema (Arte Marcial Russa) e em cima de observações e vivências nos meus quase 10 anos de prática desta Arte e tantos outros em outras Artes (como professor e aluno) e também como Profissional de Mercado.

Só para contextualizar, a palavra procrastinar tem sua raiz na palavra latina procrastinatus, sendo pro (à frente) e crastinus (de amanhã).

Alguns sintomas clássicos que podem ser facilmente identificados e prejudicam “pouco”; outros atrapalham a vida pessoal e profissional (sua e de outras pessoas). Dentre eles podemos citar:

  • Pessoas que deixam tudo para a última hora e que contam sempre com a sorte ou que alguém vai ajudar.

  • Pessoas que adiam repetidamente compromissos ou decisões.

  • Prolongar demasiadamente tarefas (simples ou não).

Percebo nos e-mail que recebo e posteriormente nas pessoas com quem eu falo que existe sempre um fator psicológico associado à procrastinação e a falta de tomada de decisão. Muitas delas criam obstáculos imaginários, irreais e que impedem ou pelo menos atrapalham que, uma tarefa ou uma decisão seja, concluída/tomada a bom termo. Por exemplo: a pessoa está sofrendo com medo nas ruas, na família, etc., mas não vem nem sequer para uma aula experimental.

Minha experiência (novamente, em cima do universo das pessoas que nos procuram) mostra que pessoas estão com baixa autoestima, ansiosas e que querem uma resposta “pronta, enlatada” e não construída. Muita tem um perfil perfeccionista e resistem em aceitar o tempo de maturação de um conhecimento aliado à prática. Muita tem “medo” de errar, etc., isto posto, apresentam maior tendência a não se “mover para a ação’, sentem-se paralisadas diante do “desafio” e desistem antes mesmo de tentar, pois o próprio inconsciente a matem em sua zona de “conforto”.

Muitas pessoas olham para fora de si, quando a maior e melhor resposta está dentro de si mesmo. Não é de se estranhar que o lema Socrático “Conheça-te a ti mesmo” seja o principal desafio do praticante da Arte marcial Russa: um olhar para dentro, entender suas capacidades, limitações, qualidades, necessidades, objetivos, obrigações, etc. e não só isso, exercitar a aceitação e colocar-se “em movimento” para a mudança (seja ela qual for). Aliás problemas e mudanças são as únicas coisas constantes no universo !!

Alguns pontos interessantes que mapeei (existem mais) e meus comentários (em azul):

  • Uma urgência que acaba perdendo prioridade diante de pequenos “sacrifícios”.

  • Se era prioridade, tão importante... porque não é mais? Pense nisso.

  • Medo de algum desconforto inicial: ter que frequentar, ter que treinar, gastar tempo na condução, ter que prestar atenção, ter uma postura ativa e “presente” (de corpo e alma), etc.

  • A palavra “ter que” nos remete a uma obrigação, mas lembre-se, você pode olhar também com o viés de uma opção, uma escolha e o que é “pesado” torna-se mais “leve”.

  • Fantasias causadas pelo medo e desconexão com a realidade fazem as pessoas não agirem corretamente com receio de fracassar.

  • Dificuldades e eventualmente errar faz parte do processo (Escrevi um outro artigo sobre isso). Se a pessoa focar no fracasso mesmo antes de se empenhar que dê certo, então ela já fracassou. Erros novos produz novas perspectivas sobre um tema e se souber usar isso a seu favor gera a tão desejada experiência. ​

  • Excesso de emoção sobrepondo-se a razão e os reais motivos.

  • Uma das principais coisas que trabalhamos na Arte Marcial Russa é lapidar a parte emocional. Ela é um sentimento importante e nobre, mas não deve prevalecer em momentos de tensão ou conflito.

  • Não tenho mais tempo.

  • Geralmente quem faz muitas coisas sempre arruma tempo e quem faz poucas coisas geralmente não sabe administrar seu tempo e perde para o ócio, para as redes sociais, para as séries da TV e para as inutilidades.

  • Crenças limitantes e gatilhos mentais associados: nunca fiz, sou fraco (a), demoro para aprender, não consigo, sou burro (a), sou desajeitado (a), etc.

  • Pensamento negativo leva a palavras mal escolhidas (ruins) e a um reforço auditivo (mental) negativo, realimentando o ciclo.

  • Medo de ter que fazer mais: treinar mais, se esforçar mais, se dedicar mais...

  • Qual o problema de demorar um pouco mais? Porque não fazer mais calma e melhor? Por que não fazer no seu tempo? Com mais qualidade é sempre melhor.

  • Falta de entendimento entre investir e gastar.

  • Você não gasta tempo e dinheiro em coisas produtivas, você investe.

  • Recompensa imediata vs. Benefícios duradouros de longo prazo

  • ​Ligado ao modo de operação de nosso cérebro. Na minha opinião, podemos dizer que é uma miopia cognitiva na análise de um cenário maior, do complexo, do todo. Na Arte Marcial Russa convidamos os alunos a olhar os cenários como se estivessem em uma posição mais elevada, por exemplo de cima de um morro, com uma visão maior do conjunto e acontecimentos. Este tema é largamente trabalhado, cada um na sua área, por Coach Diversos, Psicólogos, Terapeutas, Pastores, Conselheiros, etc.

​​

  • Receio ou medo de críticas.

  • ​Quem falou que você precisa ser perfeito? O bom é inimigo do ótimo. Veja se quem está falando não tem um pouco de razão. Se não consegue lidar com isso procure um profissional que te ajude.

​​

  • ​​Pensar demais.

  • Pensamento cíclico é prejudicial e paralisa. Tome a decisão correta e faça logo.

  • Falta de foco.

  • Quer, mas não quer, não sabe o que quer e tem dúvida do que não quer. Ninguém merece viver assim !! Sabe que precisa de ginástica (emagrecer, fortalecer, etc.), então matricule-se logo! Precisa fazer dieta? Então comece hoje e não segunda que vem !!

  • ​Dependência emocional ou aprovação de outra pessoa: só venho se minha amiga vier, só faço se minha ou meu marido/esposa aprovar e ou fazer comigo, etc.

  • Então você de verdade não se decidiu. Seja honesta (o) com você mesmo e escute um pouco sua voz interna. Perguntar a opinião dos outros é sempre um risco de ouvir o que não quer. Existem muitos pessimistas de plantão.​

Onde está o perigo da Procrastinação? Na minha opinião na pessoa não conseguir ver, ou não querer ver ou não aceitar o fato, Isto pode gerar problemas psicossomáticos em seu corpo: sensações de angústia, ansiedade, incapacidade, dores de cabeça e problemas no estomago, etc.

Como a procrastinação pode prejudicar? Quando a pessoa não faz o que precisa ser feito ela se auto sabota e isto é ruim, mas prejudica (de uma forma bem simplificada) basicamente a você mesmo. Mas é quanto as pessoas que o cercam? Seus familiares, por exemplo. Se uma pessoa procrastina em ir se exercitar, em fazer uma alimentação equilibrada ou mesmo uma dieta pode gerar problemas corporais, como por exemplo obesidade e que certamente em maior ou menor grau vão influenciar sua família. Em termos corporativos, se procrastinarmos uma tarefa ou uma decisão em um projeto certamente gerará uma série de efeitos em cascata que poderão influenciar negativamente o trabalho de outras pessoas ou atrasar a implantação de um ou mais projetos. O mundo funciona com compromissos, garantias , consequências e ação.

Tenho que fazer as coisas rápido? Absolutamente não estou dizendo que as pessoas tem que tomar decisões rápidas e impensadas. Isso gera decisões estúpidas (impensadas ou afoitas). Também fazer com calma não quer dizer ser lento ou não fazer.

Como parar de procrastinar? Existem muitas receitas na Internet e cada uma tem um enfoque. Vou elencar alguns conselhos, baseado em minhas experiências, em tudo que já vivi nas empresas em que trabalhei, como empresário e como professor de Artes Marciais (principalmente o que aprendi no Systema):

  • Tenha disciplina e gerencie melhor o tempo para que ele seja seu aliado e não seu inimigo. As duas coisas são fundamentais, tanto no mundo corporativo quanto no marcial.

  • Está com medo ou insegurança diante de uma tarefa? Então encare e comece por esta, a fácil você já sabe fazer.

  • Cuidado com o piloto automático, mude seus hábitos e rotinas.

  • Diferencie o que é prioritário do que é importante. Aja no que gerará mais valor agregado. Já vi muita gente se dando mal por achar que tudo é a mesma coisa.

  • Faça atividade física assistida e com profissionais de qualidade. O ideal é escolher a que mais agrada a você: Treinamento Funcional, Musculação, Artes Marciais, Esportes diversos... e permaneça fazendo !! Isso é bom para o corpo e para a mente. Expandindo um pouquinho sobre isso procure uma escola ou academia onde você se identifica com a metodologia, observe se o professor ou pessoa que está à frente faz e pratica o que diz. As vezes podemos seguir “algo” devido a fatores ou necessidades emocionais e/ou influência de profissionais carismáticos que, por vezes, não estão tão comprometidos com a causa e deixamos de considerar opções melhores e mais sérias. Isso também serve para cursos e instituições de ensino, correntes de pensamento (filosóficas), serviços de assistência a outras pessoas (religiosas ou não), etc. Se existe alinhamento entre pensamentos, pessoas e objetivos a tendência é que as pessoas participem com mais boa vontade e por mais tempo.

  • Se precisar de ajuda especializada vá procurar logo: um médico, psicólogo, um Pastor ou Ministro, um familiar ou amigo chegado... alguém que possa realmente ajuda-lo. Não fique enrolando.

  • Tenha um bloquinho de anotações ou agenda e use !! Escreva o que precisa fazer por ordem de importância (as tarefas) e risque o que já fez. Transporte o que não conseguiu para o outro dia e assim sucessivamente.

  • Observe qual seu horário mais produtivo. De manhã, tarde ou noite? Foque sua maior energia no período que você rende mais.

  • Use a regra: se não ajuda atrapalha – “desligue” tudo que não vai te ajudar: celular, TV, rádio, internet, redes sociais, bate papo na sala do café, etc.

  • Foque na solução e não no problema (esse é uma das coisas que trabalhamos na Arte Marcial Russa e futuramente vou escrever um artigo sobre isso).

  • Faça as coisas com mais prazer e menos cara amarrada. Com menos senso de que “sou obrigado a... senão...”. Tudo que é feito com prazer, boa vontade e com um sorriso no rosto fica mais fácil.

  • Na Arte Marcial Russa e no Gerenciamento de Projetos usamos a mesma técnica para tarefas complexas: divida-as em pequenas tarefas tangíveis e executáveis em um período justo de tempo. Assim você terá a sensação (inclusive mensurável) que está avançando rumo ao objetivo.

  • Você não é uma máquina, entenda que pausas são necessárias entre as tarefas, mas devem ser bem gerenciadas. Se não consegue se gerenciar marque 10 ou 15 min.

  • Não faça joguinhos e combinados consigo mesmo, por exemplo: “se eu fizer isso tenho direito a aquilo”. Se é sua responsabilidade fazer, faça.

  • Se suas estratégias não derem certas, mude e logo !! Antes que você precise...

  • Trabalhe em prol de melhorar suas qualidades, mas não ignore que tem que trabalhar suas deficiências.

E por último pare de se justificar !! Aprendi desde cedo que ninguém no mundo está interessado em suas desculpas. Desculpas tem a propriedade de abrandar sentimentos e a mente da própria pessoa (ela fica mais calma e tranquila), mas de verdade a maioria das “outras” pessoas não estão interessadas nelas !! Geralmente muitas desculpas mostram insegurança e as vezes as pessoas “aceitam” por educação e para manter as aparências. No mundo corporativo, principalmente seus chefes, colegas, áreas que dependem de você ou de seu serviço, etc. não querem justificativas, querem resultados. Com certeza você já presenciou que pessoas dando desculpas sem sentido lógico ou de cunho real para a falta de ação. Como escrevi em outro artigo, na Arte Marcial Russa ou você sabe ou você não sabe e isso não é motivo para ficar paralisado (principalmente se você não sabe). Se não tem como enrolar: o professor, seus colegas ou quem quer que seja então a melhor coisa é procurar fazer, treinar e perseverar. Com isso se chega lá. De um ponto de vista mais abrangente, ninguém precisa dar desculpas por tentar fazer, mesmo que não tenha conseguido. A boa intenção geralmente é o que vale, exceto se você fez alguma coisa realmente muito idiota e sem o devido conhecimento ou alinhamento com as outras pessoas (por exemplo, excluir uma base de dados de uma instituição financeira – já vi isso acontecer!).

No contexto da Arte Marcial, e quem sabe nas outras áreas da sua vida, acredito que ninguém falou para você que precisa ser perfeito sempre e acertar tudo de primeira, perfeccionismo não faz bem para a pessoa, pois o limite sempre é variável (para maior) e em casos pode ser inatingível. Mas novamente, tem que tentar para fazer! E não precisa ficar paralisado e deixar sempre para depois. O que você faz (ou não faz, o que sabe ou não) está mostrando para você seus resultados? Se não esta contente com os seus resultados (seja eles quais forem) então mova-se, arrisque-se, faça diferente, tente outra estratégia... mas execute num tempo confortável e que dê segurança, tanto a você quanto nos aos outros que o cercam.

Mais qual como devo executar as "coisas" que faço?

Independente do que fizer faça com seriedade e elenque os motivos certos, sem rodeios e sob a luz da razão. Se precisar converse com pessoas a seu redor, veja pontos de vistas variados, mas não os use como muletas. Ficar paralisado não resolve e sim causa mais problemas... e muitas vezes, e talvez na maioria, as desculpas podem não “colar”.

Você pode ser mais do que é ou se mostra, a escolha é sempre sua.

“Quem quer faz, quem não faz arruma desculpa”.

(Junior Crocco).

“Força (para fazer o que precisa ser feito), Coragem (para permanecer firme no propósito) e Humildade (para reconhecer suas habilidades e pontos a melhorar).

(Lema do Systema Arte Marcial Russa (com

comentários do Autor).

Prof. Carlos Pimenta (Systema - Arte Marcial Russa, Acupunturista)

## Acha que esta postagem pode ajudar alguém? Compartilhe. ##

*** Agende aula experimental como nosso convidado(a) ! *** Visite: www.espacofuncional.com.br ou ligue: (11) 3021-6769 http://www.espacofuncional.com.br/blog FanPage: www.facebook.com/espacofuncional.monicapimenta/ Instagram: espacofuncional

E-mail: carlos.espacofuncional@gmail.com

#Ansiedade #Systema #DefesaPessoal #ArteMArcialRussa

Horário

    

SEGUNDA A SEXTA

6:00h - 22:00h

​SÁBADO

​9:00 h - 12:00h

Treinamento Funcional e Kettlebell em São Paulo

Endereço

R. Realengo, 209 - Alto de Pinheiros
São Paulo - SP - CEP 05451-030

carlos.espacofuncional@gmail.com

mp.espacofuncional@gmail.com

Tel/Fax: (11) 3021-6769 / 3871-9533

Instagram: espacofuncional

Mapa

                                                                                           Mapa do Site

 

Home                                         Modalidades                                                                              Loja Virtual                  

Instalações                                   Treinamento Funcional & Kettlebell                                       Kettlebell NRRU

Na Mídia                                       Trein. Funcional para Diabéticos                                            Clubbell   NRRU

Contato                                       Treinamento Funcional para Obesos                                     Rolinho de Liberação NRRU

Kettlebell NR.RU                       Systema (Arte Marcial Russa)                                                  Artes Marciais

Grade/Horários                         Terceira Idade              Gestante e pós parto                                                                              

Loja Virtual                                 Dança Arte do Movimento       Dança Tribal                      Serviços                                              

Professores                                  Yoga                                              Musculação                         Drenagem Linfática + LET

Missão/Visão                               Noiva Fit                                                                                      Parcerias & Descontos     

News                                                                                                                                                  Palestras Corporativas (SIPAT)         

FAQ-Suas Perguntas Respondidas              Aplicativo Espaço Funcional                          

Projetos Sociais e Comunidade                

Dicas

 

Você é nosso visitante:

2013© Espaço Funcional. All rights reserved.

             CEP Informática - 9.9673-4064

(*) Ao clicar no botão de enviar mensagem, você entende e consente de livre e espontânea vontade que entrou em contato conosco e se inscreveu em nossa lista de contatos (e-mail) para receber a resposta a sua consulta e eventualmente receber de forma personalizada nossos comunicados, avisos, campanhas, cursos, artigos, etc.. Não capturamos dados pessoais, nem compartilhamos estes nem nenhum dado seu.  Você pode sair desta lista a qualquer momento,  bastando apenas retornar sua solicitação.  Consulte aqui a nossa Política de Privacidade.