• Prof. Monica Pimenta

Ansiedade - identificação e caminhos para a libertação.

Atualizado: 17 de Jan de 2020


O que é Ansiedade? Pode-se definir Ansiedade (ânsia, nervosismo) como um mal-estar físico e psíquico; uma aflição, agonia, perturbação, apreensão ou medo tendo como causa a preocupação excessiva e antecipada sobre uma situação, geralmente desagradável (mas não exclusiva) ou de perigo (interno ou externo, real ou imaginário), com reflexos no corpo.

Existem alguns tipos de ansiedade, de maneira geral ligadas a fobias, síndromes, estresse excessivo, distúrbios, entre outros. Este acometimento impede que a pessoa tenha seu perfeito equilíbrio e viva em paz consigo mesma ou com outras pessoas.

Qual a origem da palavra Ansiedade?

Ansiedade vem do Latim “Ansietas” = angústia.

O que provoca a ansiedade?

Não existe um fator único. Pode estar associada a fatores biológicos (genéticos) e psicológicos provocados por motivos externos (fatos do dia a dia) ou internos (conflitos, tipos de pensamento, etc.).

Estou me sentindo um pouco ansioso(a), é normal? Todas as pessoas podem em algum momento se sentirem ansiosas por uma fase ou acontecimento e isso é normal, desde que seja passageiro e se mantenha (de alguma forma) “sob controle”. Alguns casos comuns: ansiedade na gravidez, na primeira infância (época das descobertas), Ansiedade por pressões diversas: trabalho, escola, projetos pessoais, pressões em crianças para um determinado comportamento (atenção para não extrapolar), casamento, falecimento, etc.

Quais são os tipos de Ansiedade?

Vários, mas podemos destacar alguns:

  • Ansiedade Generalizada: Este tipo de ansiedade refere-se a pessoas que tem preocupação excessiva diante de situações ou acontecimentos do dia a dia, tais como algum tipo de trabalho, saúde, emprego, etc. Muitas vezes essa preocupação é irreal e na realidade não faz sentido.

  • Fobias: Medo irracional e exacerbado diante de um objeto ou determinada situação (recorrente ou não).

  • Ansiedade Social – pessoas que são acometidas por este tipo de ansiedade não se sentem a vontade e se esquivam de interação social (familiares, no trabalho, sociais, eventos, etc).

  • Ataques de Pânico: descontroles repetidos e sem causa ou motivo aparente;

  • Perturbação Obsessivo-Compulsiva: é quando a pessoa não consegue controlar e é acometida por pensamentos e imagens não apropriadas que desencadeiam ansiedade.

  • Síndrome de Pós-Stress Traumático: sintomas decorrente de um fato ou acontecimento forte, traumático ou estressante.

  • Crise de Ansiedade – caracteriza-se por sintomas ou sentimentos físicos, tais como: suor frio, boca seca, dificuldade de articulação, etc.

  • Crise de Existência – acontece quando a pessoa começa a se questionar, de maneira compulsiva e errada, sobre sua existência, vida, morte, sanidade física e mental, e sentimentos diversos.

Quais são os sintomas da Ansiedade?

São muitos e abaixo estão os mais comuns, divididos em aspectos físicos e psicológicos, para melhor compreensão:

  • Sintomas físicos:

  • Sensação de vazio no estômago, boca seca,

  • Coração batendo rápido

  • Aperto no peito, palpitações

  • Roer unhas, irritabilidade, tremores,

  • Falar rápido e/ou com dificuldade de articulação

  • Enjoo, vômitos, dor de barriga, diarreia

  • Dificuldade de se alimentar e engolir

  • Tonturas, Transpiração, sensação de que vai cair

  • Respiratórios: Falta de ar, sufoco, respiração ofegante

  • Tensão muscular excessiva (geralmente ombros e costas)

  • Dificuldades para dormir, relaxar, insônia, fadiga

  • Sensação de picadas nas extremidades

  • Frios, mãos úmidas,

  • Sintomas psicológicos:

  • Medo intenso e constante

  • Bloqueios em agir, apatia para a ação